Modelos europeus para a gestão de embalagens no 10.º Fórum Nacional de Resíduos

No 10.º Fórum Nacional de Resíduos as vantagens e desvantagens dos diferentes modelos europeus com concorrência e sem concorrência para gestão de embalagens vão ser analisadas por Sandra Ferreira, investigadora do CESUR - Centro de Sistemas Urbanos e Regionais do Instituto Superior Técnico, que nos últimos cinco anos aprofundou o tema.


A investigadora analisou o sistema de embalagens em seis países, Portugal, Itália, França, Alemanha, Roménia e Bélgica, tendo em cada um deles analisado vários modelos de funcionamento.
O trabalho desenvolvido por Sandra Ferreira inseriu-se numa avaliação a nível europeu apoiada pelo BEI sobre o impacto económico da Diretiva da União Europeia sobre Embalagens e Resíduos de Embalagens e suas implicações nas políticas de resíduos.


A apresentação da investigadora Sandra Ferreira acontecerá no painel dedicado à Gestão de Fluxos Específicos de Resíduos que tem como tema “Embalagens e resíduos de embalagens: vantagens e desvantagens para a existência de segunda licença”, que terá lugar dia 20 de abril, no 10.º Fórum Nacional de Resíduos.


O painel conta ainda com a presença de Miguel Moura e Silva, Diretor da Unidade Especial de Avaliação de Políticas Públicas da Autoridade da Concorrência e com a participação de entidades gestoras de fluxos específicos de resíduos que já trabalham em ambiente de concorrência.