Paulo Lemos: Prevenção e sensibilização são determinantes para Economia Circular

Metas de reciclagem, legislação, ecodesign e sensibilização são os principais instrumentos para a transição para uma Economia Circular, sublinhou Paulo Lemos, assessor da presidência da CCDR – LVT, no 10º Fórum Nacional de Resíduos.

 

“A prevenção e sensibilização são muito importantes neste processo de transição, tendo em conta que grande parte destas mudanças têm origem em comportamentos”, observou Paulo Lemos, no painel dedicado às tendências europeias para a valorização. O responsável recordou vários projetos que já valorizam resíduos, como cascas de camarão, espinhas de peixe, entre outros.

 

O 10º Forum Nacional de Resíduos, organizado pelo Jornal Água&Ambiente, decorre até amanhã em Lisboa, sob o lema da Economia Circular: Impacto da economia Circular no sector Nacional dos Resíduos – Impactos e Oportunidades. 

 

(Ambiente Online)