Presidente da EGF vai falar sobre novas metas europeias no 10º Fórum Nacional de Resíduos

O presidente da EGF - Empresa Geral de Fomento, Ismael Gaspar, será orador do 10º Fórum Nacional de Resíduos no painel dedicado às novas metas e exigências europeias para o pós 2020 (2030). Esta será a primeira intervenção pública do responsável da empresa recentemente privatizada, que é também um dos patrocinadores do 10º Fórum Nacional de Resíduos.

 

A adequação dos investimentos lançados no âmbito do PO SEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos) será um dos temas a abordar tendo em conta as metas previstas para o pós 2020. Metas essas que preveem a limitação de deposição de resíduos em aterro a 10 por cento dos resíduos urbanos, a reciclagem dos resíduos urbanos em 65 por cento e a necessidade de reciclar 75 por cento de resíduos de embalagens.

 

O painel vai ser moderado pelo advogado Manuel Gouveia Pereira, associado coordenador da área de ambiente da Vieira de Almeida & Associados, e contará com a participação de outros reputados intervenientes.

 

Além de presidente da EGF, Ismael Gaspar é um dos membros da comissão executiva e vogal do conselho de administração da Mota Engil que em 2015 adquiriu a Empresa Geral de Fomento, antigo braço dos resíduos do grupo de Águas de Portugal, em consórcio com a empresa SUMA.

 

O 10º Fórum Nacional de Resíduos, que decorre a 19 e 20 de Abril no Sana Malhoa Hotel, em Lisboa, é uma organização do jornal Água&Ambiente, uma publicação do Grupo About Media. 

 

Foto: Mota Engil