Carlos Martins vai apresentar “estado de arte” das agregações na Expo Conferência da Água

O Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, vai apresentar o “estado da arte” das agregações de sistemas de água em baixa durante a 11ª edição da Expo Conferência da Água, que decorre a 9 e 10 de novembro, em Lisboa.

 

“Neste momento há uma dinâmica que nos leva a ser esperançosos de que até à conferência se possa encontrar um espaço de consenso com os municípios que estão em áreas territoriais que vão ser sujeitas a alterações”, revela Carlos Martins em declarações ao Ambiente Online.

 

Na passada semana, num evento organizado pela Associação Portuguesa de Recursos Hídricos (APRH), que assinalou o Dia da Água, Carlos Martins revelou que estão identificados atualmente 12 territórios onde há vontade de criar sistemas de caráter supra municipal envolvendo no total 88 municípios.

 

“Numa fase mais adiantada estão, por exemplo, os municípios em torno da Águas de Viseu, mas por todo o território nacional, desde o Minho até ao Alentejo, temos um conjunto de iniciativas, sobretudo na zona da Beira”, ilustra ao Ambiente Online.  

 

Carlos Martins vai participar no primeiro dia da Expo Conferência da Água, 9 de novembro, no painel sobre “reorganização dos sistemas de gestão dos serviços de águas”. Além das agregações em baixa serão também foco da intervenção de Carlos Martins as cisões da alta.

 

Até janeiro de 2017 o Governo espera ver criadas quatro novas empresas: duas destacadas a partir da “Águas do Norte” e duas destacadas da mega empresa “Águas de Lisboa e Vale do Tejo”. “É um desafio que os municípios também têm vindo a enfrentar com muita tranquilidade”, analisa.

 

A 11ª Expo Conferência da Água tem como mote “Desafios e oportunidades para o mercado da água”. A organização é do jornal Água&Ambiente, uma publicação do Grupo About Media.

 

(Ana Santiago para o Ambiente Online, 11.10.2016)