Falta de água no Alentejo e Algarve prejudica monitorização

A falta de água em algumas zonas do Alentejo e Algarve está a prejudicar a monitorização das massas de água já que fica impossibilitada a recolha de amostras para análise.

 

O alerta foi deixado pelos responsáveis das Administrações de Região Hidrográfica (ARH) que participaram na 11ª Expo Conferência da Água, organizada pelo Grupo About Media, que decorreu a 9 e 10 de novembro, em Lisboa.

 

Entre 2014 e 2016 a região do Alentejo recolheu amostras em 332 massas de água, o que apenas corresponde a 67 por cento do total. No que diz respeito aos barrancos, pequenas linhas de água, a ARH está desde março a tentar obter amostras em grande parte sem sucesso. “Há linhas de água que de água só têm o nome. Água realmente não têm”, revelou o diretor regional da ARH do Alentejo, André Matoso. Esta situação já obrigou a ARH a reagendar a campanha de outono.

 

Leia a notícia completa do Água&Ambiente na Hora (Nº 77 - 15.11.2016). Para subscrever o novo serviço de informação Água&Ambiente na Hora envie um mail para assinaturas@about.pt. Pode visualizar aqui as condições de subscrição.

 

(Ana Santiago para o Ambiente Online, 16.11.2016)