PAULO LEMOS

Paulo Lemos nasceu em 1963, sendo licenciado em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa, em 1987, e feito um mini MBA no Indeg/ISCTE, em 2012.


Secretário de Estado do Ambiente de 2013 a 2015.


Vogal do Conselho Diretivo da APA e membro do Conselho de Administração da Agência Europeia de Químicos e do Grupo de Alto Nível junto da Comissão sobre Eco-Inovação, desde janeiro de 2012, foi conselheiro técnico da Representação Permanente de Portugal junto da UE, de 2005 a 2011.


Presidiu ao Grupo Ambiente do Conselho durante a Presidência portuguesa da UE em 2007.


Foi adjunto do Secretário de Estado Adjunto do Ministro do Ambiente em 2004, tendo também sido Diretor do Centro de Emprego de Caldas da Rainha de 2002 a 2004, responsável pela Divisão sub-regional do Oeste da DRAOT - LVT, de 1993 a 2002, e assistente convidado da Universidade Autónoma de Lisboa, de 1993 a 2003.


Foi consultor da DG XI da Comissão Europeia para o Programa Life-Natureza, de 1993 a 1996, adjunto jurídico e para as relações internacionais do Ministro do Ambiente, de 1991 a 1993, tendo organizado e participado em vários eventos da Presidência Portuguesa da Comunidade Europeia em 1992 e na Conferência das Nações Unidas sobre Ambiente e Desenvolvimento, em 1992, bem como responsável pela cooperação no Gabinete de Relações Internacionais do Ministério do Ambiente, de 1988 a 1990, membro do Conselho Directivo do Instituto Nacional do Ambiente, designado pela Assembleia da República, de 1988 a 1996, secretário-geral da Comissão Nacional para o Ano Europeu do Ambiente, de 1986 a 1988, e membro da Comissão Executiva para o Programa de Ocupação dos Tempos Livres, em 1986.


Foi igualmente fundador e presidente do GEOTA, de 1984 a 1986, vice-presidente da Associação Portuguesa para o Direito do Ambiente, de 1990 a 1992, membro da Direcção da Rede Internacional de Direito Ambiental, de 1991 a 1993 e membro Conselho Económico e Social de 1994 a 1996.


Actualmente é assessor da Presidência da CCDR-LVT onde desenvolve um trabalho sobre o potencial da economia circular para a região.