Desafios do setor: Ligações às redes em baixa

Os alojamentos não habitados ou a existência de origens alternativas de água ou, também, de sistemas individuais de tratamento das águas residuais, ainda que sendo uma prática ilegal, deverão ser a causa da ainda fraca adesão dos utentes à infraestrutura física disponibilizada pelos sistemas públicos de águas. O impacto na sustentabilidade das entidades gestoras é negativo e há riscos para a saúde pública e para o ambiente.

 

- Qual é a real dimensão do problema? Que investimentos não estão a ser rentabilizados?
- Quais as medidas e/ou incentivos necessários para a promoção da adesão e utilização dos sistemas públicos de gestão de águas?

 

O debate do tema conta com a participação de Felisbina Quadrado, Diretora do Departamento de Recursos Hídricos da APA; Miguel Nunes, Diretor do Departamento de Gestão Direta da ERSAR; Pedro Perdigão, COO da Indaqua; Teresa Ferreira, Administradora Executiva da Águas de Santarém; e Vitor Lemos, Vice-Presidente da Águas do Alto Minho e Presidente do Conselho de Administração dos SMSBVC. Jaime Melo Baptista, Investigador-Coordenador do LNEC fará a moderação da mesa redonda.