Air Liquide investe 18 milhões na produção de hidrogénio

11.02.2019

A Air Liquide comprou uma posição de 18,6% do capital da Canadiana Hydrogenics Corporation, empresa de equipamento de produção de hidrogénio por electrólise e pilhas de combustível. Esta transação estratégica, que representa um investimento de cerca de 18 milhões de euros, permite ao Grupo marcar posição nos mercados do hidrogénio energia e reforçar a sua ambição de ser um dos principais actores no fornecimento de hidrogénio isento de carbono, em particular para os mercados industrial e da mobilidade.

 

A Air Liquide tem expandido o uso do hidrogénio como fonte de energia limpa, em particular para a mobilidade concebeu e instalou, até ao momento, mais de 120 estações em todo o mundo. A Hydrogenics fornece equipamentos de geração e armazenamento de energia bem como módulos de fornecimento de hidrogénio em todo o mundo. Contando com unidades de produção na Alemanha, Bélgica e Canadá, e centros de serviço na Rússia, Europa, Estados Unidos e Canadá.


A empresa afirma em comunicado ter “a convicção que o hidrogénio terá um papel chave na transição energética, a Air Liquide tem sido pioneira no desenvolvimento do sector do hidrogénio há vários anos”, anunciando que “a Air Liquide e a Hydrogenics também chegaram a um acordo  tecnológico e comercial para desenvolverem em conjunto tecnologias de electrólise PEM (Membrana de Troca de Protões) dirigidas aos mercados do hidrogénio energia, em rápido crescimento em todo o mundo”.  

 

Comentando esta aquisição, François Darchis, Vice-Presidente do Grupo Air Liquide, responsável pela Inovação, afirmou que "a electrólise da água é uma das principais tecnologias para acelerar o desenvolvimento do hidrogénio como vector de energia sustentável, permitindo a produção de hidrogénio isento de carbono, graças à electricidade a partir de fontes renováveis”, concluindo que  “esta parceria vai reforçar a capacidade de fornecer hidrogénio neutro em carbono competitivo e em grande escala”.

 

 

VOLTAR