Carlos Zorrinho: Atingir metas (no desempenho energético dos edifícios) será bom para pessoas e economia

23.04.2018

(Nota da redação: O Parlamento Europeu aprovou no dia 17 de abril a revisão da diretiva relativa ao desempenho energético dos edifícios)

 

Deve analisar-se a aplicação desta diretiva no quadro mais vasto do pacote da energia limpa e dos compromissos no plano do Acordo de Paris.

 

A sua aplicação induzirá ganhos concretos para os consumidores e para a economia, impulsionando designadamente o setor da renovação urbana e a cadeia de valor da mobilidade inteligente.

 

Cumprir os objetivos ambiciosos definidos pelo Parlamento Europeu (e que serão ainda sujeitos à negociação com o Conselho) não será um desafio fácil para Portugal, mas a minha convicção é que o saldo será positivo para as pessoas, para a economia e para o ambiente.


Carlos Zorrinho, eurodeputado do PS, membro da Comissão da Indústria, da Investigação e da Energia no Parlamento Europeu, é licenciado em Gestão de Empresas e doutorado em Gestão de Informação pela Universidade de Évora. Foi professor catedrático do Departamento de Gestão da Universidade de Évora, deputado à Assembleia da República pelo PS (1995-2002 e 2004-2014), líder Parlamentar do Partido Socialista na Assembleia da República (2011-2014) e, no Governo, ocupou as funções de Secretário de Estado da Energia e da Inovação (2009 e 2011) e secretário de estado Adjunto da Administração Interna entre 2000 e 2002.

VOLTAR