Colunista convidada Celeste Santos Anselmo (Água-Educação Ambiental): Sustentabilidade é ação!

18.09.2019

Adotando ações de sustentabilidade estamos a garantir, a médio e longo prazo, um Planeta com melhores condições para o desenvolvimento das diversas formas de vida existente, inclusive a nossa.

 

Após desenvolver contactos para garantir Protocolos com Organizações Não Governamentais do Ambiente (ONGAs), que tivessem como contrapartidas iniciativas concretas para a comunidade e que abrangessem diferentes gerações, a EPAL estabeleceu Acordos com quatro ONGAs: LPN – Liga para a Proteção da Natureza, QUERCUS – Associação Nacional de Conservação da Natureza, GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente e ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável. Os Protocolos visam o aumento do valor ambiental da Empresa e a promoção da sensibilização ambiental e têm sido, desde então, estas ONGAs parceiras da EPAL na promoção de diversas atividades. A EPAL congratula-se de ser caso exemplar e desenvolver, com 4 ONGAs de âmbito nacional, projetos para a comunidade.

 

Com a LPN temos desenvolvido atividades, no âmbito do projeto “À Descoberta do Parque Florestal de Monsanto”. Um Peddy Paper, uma visita ao Espaço Biodiversidade e uma ação de voluntariado para limpeza de resíduos e espécies invasoras no Parque Florestal de Monsanto, contribuíram para melhor conhecer este grande pulmão da cidade de Lisboa, para saber respeitá-lo e para o proteger.

 

Inseridas no projeto “Despertar para a Natureza” têm sido realizadas saídas de campo, com alunos dos 2º e 3º Ciclos, com o objetivo de potenciar e evidenciar o território como um laboratório de bio e geodiversidade, capacitando os alunos para a sua conservação e valorização, porque acreditamos que fora da Escola também se aprende.

 

Já há dois anos consecutivos que EPAL e LPN promovem um OTL, durante as férias da Páscoa, para filhos e netos dos Trabalhadores. Este Programa inovador tem o objetivo de despertar as crianças para o tema da Conservação da Natureza, desenvolvendo as suas capacidades cognitivas e criativas.

 

E porque é dever de todos abonar os recursos naturais necessários para as próximas gerações, garantindo uma boa qualidade de vida, em parceria com a QUERCUS a EPAL tem promovido diversas ações de plantações de árvores e arbustos autóctones, em distritos do interior do País.

 

Defendo que consumir Água da torneira é a opção sustentável de todos nós. Ideia igualmente defendida pela EPAL. Tem uma excelente qualidade, é segura e barata, além de que evita o desperdício plástico que se verifica aquando do consumo de água engarrafada.

 

Neste sentido, trabalhamos em parceria com a GEOTA e a Câmara Municipal de Lisboa, no projeto “Bebedouros de Lisboa”. Com a instalação de novos bebedouros pela cidade, mais modernos e inclusivos, acessíveis a adultos, crianças, pessoas com mobilidade reduzida e animais, permitindo ainda refill, garantimos a disponibilização de Água da rede pública de forma higiénica e segura, aos lisboetas e a todos quantos visitam a cidade que, já em 2020, será a Capital Verde Europeia. O lançamento desta iniciativa está previsto para outubro deste ano.

 

E a ZERO é parceira da EPAL no âmbito de ações de sensibilização dirigidas à população para consumo de Água da torneira; intervindo, conjuntamente, junto de empresas e entidades que desempenham um papel relevante na organização, promoção e realização de reuniões e eventos em Lisboa no sentido de promover o consumo da Água da torneira nos eventos por si organizados; sensibilizando também as associações dos setores económicos ligados à restauração, alojamento e animação turística, no sentido de proporcionarem aos clientes um acesso fácil à Água da rede pública; promovendo a divulgação pública do ganho ambiental (pegada hídrica, energética e carbónica) decorrente da opção sustentável de consumir Água da torneira.

 

Neste âmbito, vamos lançar mais uma iniciativa, com o setor da restauração de Lisboa, tendo como parceiros a ZERO, a Zomato, a Câmara Municipal de Lisboa, a Lisboa e-Nova e o Turismo de Portugal. Na App Zomato estarão identificados os restaurantes que pertencem a um grupo de restaurantes sustentáveis, denominado “Movimento circular por natureza”, com uma particularidade: servir Água da torneira aos seus clientes. A este conjunto de restaurantes a EPAL irá disponibilizar jarros e garrafas Lisbon Tap Water, com a finalidade de promover e possibilitar esta opção amiga do ambiente, contribuindo para a redução significativa da produção de resíduos plásticos.

 

Sejamos sustentáveis agindo!

 

Celeste Santos Anselmo é licenciada em Ciências Sociais/Sociologia, na variante Sociologia Política, Administrativa e Autárquica, pela Universidade Autónoma de Lisboa. Frequentou o Curso de Sensibilização Ambiental e de Sociologia Aplicada à Comunicação. É responsável pela Educação Ambiental da EPAL; integra a Direção do Jornal “Águas Livres”, o Jornal da EPAL; é responsável pelo projeto de solidariedade da EPAL “Juntos Somos + Solidários”. Publicamente já apresentou Comunicações e Trabalhos, de que se destaca: poster “Água – Consumo versus Disponibilidade”, no XV Encontro Nacional de Educação Ambiental; comunicação “Educar para a Sustentabilidade”, no I Encontro “Desafios da Água”; “Água da torneira: a opção sustentável para todos”, na 5ª Palestra do Centro de Comunicação dos Oceanos.

VOLTAR