Comentário Carlos Zorrinho (Energia): Eco.AP - Mais vale tarde que nunca

22.11.2017

700 gestores para alavancar eficiência energética no Estado

 

Saúdo esta oportuna e excelente iniciativa do Governo através da ADENE. Trata-se de um programa que na sua essência tive oportunidade de preparar e lançar quando exerci funções de governo nesta área.

 

Embora o governo seguinte não tivesse dado sequência ao programa, designadamente através do modelo ESCO (Contratos de serviços para a promoção da eficiência) então regulamentado para o sector público,  o seu reflexo na programação dos fundos comunitários, torna possível relançá-lo agora, num momento muito oportuno, em que as diretivas da eficiência energética, incluindo a eficiência nos edifícios, estão em fase de negociação final  nas instituições europeias e em que Portugal terá que preparar o seu plano decenal 2020/2030 para atingir entre outros, objetivos nacionais ambiciosos na eficiência energética.

 

Carlos Zorrinho, eurodeputado do PS, membro da Comissão da Indústria, da Investigação e da Energia no Parlamento Europeu, é licenciado em Gestão de Empresas e doutorado em Gestão de Informação pela Universidade de Évora. Foi professor catedrático do Departamento de Gestão da Universidade de Évora, deputado à Assembleia da República pelo PS (1995-2002 e 2004-2014), líder Parlamentar do Partido Socialista na Assembleia da República (2011-2014) e, no Governo, ocupou as funções de Secretário de Estado da Energia e da Inovação (2009 e 2011) e secretário de estado Adjunto da Administração Interna entre 2000 e 2002.

VOLTAR