Entidades Gestoras terão que esperar 20 dias antes de cortar água

20.03.2017

Antes de cortar o fornecimento de água aos clientes, por falta de pagamento, as entidades gestoras passarão a ter que dar um prazo de 20 dias, após pré-aviso escrito, para que os utilizadores possam regularizar a situação.


Este é um dos aspetos inovadores do projeto de regulamento de relações comerciais dos serviços de águas e resíduos que a ERSAR (Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos) tem em consulta pública até à próxima quinta-feira, 23 de março, e que diz respeito ao relacionamento das entidades gestoras em baixa com os utilizadores finais.


O tema é também abordado no comentário de Jaime Melo Baptista, publicado hoje no Ambiente Online. 


A ERSAR tem ainda em consulta pública o projeto de regulamento de procedimentos regulatórios entre a ERSAR e as entidades gestoras.  


Leia a notícia completa do Água&Ambiente na Hora (Nº 122 - 20.03.2017). Para subscrever o novo serviço de informação Água&Ambiente na Hora envie um e-mail para assinaturas@about.pt. Pode visualizar aqui as condições de subscrição. 

TAGS: regulamento , ERSAR , relações comerciais , procedimentos regulatórios , consulta pública , entidads gestoras
Vai gostar de ver
VOLTAR