ERP Portugal supera meta de recolhas de RPA portáteis

10.09.2018

A ERP Portugal - Associação Gestora de Resíduos - já recolheu mais de 1300 toneladas de Resíduos de Pilhas e Acumuladores (RPA), cumprindo, desde 2010, 1º ano de atividade, as metas de recolha definidas pela Diretiva Europeia sobre o tema. Nos anos mais recentes, em que a meta nacional de recolha de RPA portáteis equivalia a 45% das pilhas e acumuladores disponibilizados no mercado nos últimos 3 anos, a ERP Portugal superou este objetivo, com 49% em 2015 e 2016 e 47% em 2017.

 

Para Rosa Monforte, Diretora Geral da ERP Portugal, o desafio do Depositrão, 2.200 recipientes da ERP adequados à função distribuídos por lojas, escolas, empresas e espaços públicos, “é ambicioso e é nesse sentido que a ERP Portugal trabalha diariamente através de campanhas de sensibilização, comunicação e educação, com o objetivo de informar os cidadãos para a importância do seu papel na cadeia, nomeadamente no que respeita ao encaminhamento adequado destes resíduos para assegurar o seu tratamento”.


A meta de recolha de pilhas em fim de vida é calculada com base na quantidade de pilhas e acumuladores disponibilizados no mercado nacional nos últimos 3 anos, sendo o país no seu todo obrigado a recolher 45% deste total em 2018.


Ao longo de oito anos de funcionamento de um Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Pilhas e Acumuladores (RPA) à escala nacional, a ERP Portugal foi responsável pela recolha crescente destes resíduos, com uma média superior a 160 toneladas por ano.

 

VOLTAR