Freguesias têm um mês para pedir apoios para projetos de Economia Circular

12.03.2018

A partir de quarta-feira, 14 de março, as juntas de freguesia têm um mês para apresentar as suas candidaturas para apoio a projetos de Economia Circular. O aviso Juntar, do Ministério do Ambiente, disponibiliza um total de milhão de euros para esta iniciativa que deverá distribuir o máximo de 25 mil euros por projeto.

 

O prazo para apresentação das candidaturas poderá ser ainda prolongado, visto algumas freguesias terem já manifestado necessidade de mais tempo para mobilizarem os meios e recursos necessários.

 

Cada junta de freguesia poderá apresentar apenas um projeto, podendo apresentar-se como proponente único ou em consórcio com associações, escolas, universidades, empresas ou outras entidades. Está prevista uma bonificação para as freguesias de baixa densidade que queiram candidatar-se à iniciativa.

 

O aviso pretende apoiar “o desenvolvimento e a concretização de soluções locais, ou seja, de cidadãos para cidadãos”, segundo Inês Costa, adjunta do Ministério do Ambiente para a Economia Circular, na apresentação do aviso que reuniu várias dezenas de representantes de juntas de freguesia de norte a sul do país.

 

O foco do Juntar está em ações de reparação, reutilização e design de produtos; redução do desperdício alimentar; e iniciativas de promoção de cidades circulares, nomeadamente o uso eficiente do ambiente contruído. De um modo geral, a tutela pretende dar prioridade a projetos inovadores.

 

A Economia Circular é o tema de abertura do 12º Fórum Nacional de Resíduos, que decorre a 18 e 19 de abril, em Lisboa.

VOLTAR