Mini Central LIPOR evita 174 Tons de CO2 por ano

07.09.2018

A minigeração fotovoltaica, instalada no Parque Aventura da Lipor, em Ermesinde, através da produção de eletricidade, garante a sustentabilidade financeira do sistema e a contribuição para os objetivos fixados na Estratégia Nacional para a Energia 2020. A estimativa efetuada aponta para um valor de emissões evitadas, de CO2, na ordem das 174 toneladas de CO2equivalente por ano.

 

A Central é composta por 1200 painéis fotovoltaicos, com uma potência unitária de 230 Wp, instalados numa área total de 4800 m2. A potência de ligação à Rede Elétrica de Serviço Público (RESP) é de 250 kW com uma potência total instalada de 265 kW. A produção anual, estimada, é cerca de 372 MWh, que equivale ao consumo elétrico, total, de 100 habitações.

 

Desde a entrada em funcionamento, no início de junho de 2013, a central produziu, até junho de 2018, cerca de 1717 MWh, correspondendo a cerca de 807 t CO2e de emissões evitadas, calculando essas emissões pelo disposto no Despacho n.º 17313/2008. Em média, a central produz, anualmente, cerca de 340 MWh, situando-se muito próximo do valor inicialmente estimado.

 

A LIPOR é a entidade responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos produzidos pelos Municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde e trata anualmente cerca de 500 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos por 1 milhão de habitantes.

 

 

 

VOLTAR