Ministros europeus do Ambiente querem ação mais urgente na melhoria da qualidade do ar

11.04.2018

A qualidade do ar ambiente foi o tema que esteve em discussão no primeiro dia da reunião informal dos ministros do Ambiente da União Europeia, que teve lugar ontem em Sófia (Bulgária). A Presidência búlgara do Conselho da UE já tinha designado a melhoria da qualidade do ar como uma das suas principais prioridades ambientais.

 

Os ministros do Ambiente, entre os quais se encontra o português, João Pedro Matos Fernandes, concordaram que, embora a qualidade do ar na UE esteja a melhorar, é necessária uma ação mais urgente. E para isso tem de haver uma melhor coordenação entre os diferentes níveis de governança e os vários setores económicos envolvidos. O papel das condições socioeconómicas na luta por um ar mais limpo foi outro foco da discussão.

 

Assim, os delegados discutiram as oportunidades de rever a forma como os fundos da UE poderão apoiar este objetivo. Também foi abordada a necessidade de uma aplicação mais clara e mais fácil da legislação, sem regulamentação e encargos administrativos excessivos, ou mecanismos de elaboração de relatórios, monitorização e avaliação muito complexos.

 

Os representantes dos Estados Membros também trocaram pontos de vista sobre as oportunidades que surgem, o intercâmbio de informações, conhecimentos especializados e boas práticas quer com a Comissão, quer entre os Estados-Membros.

 

As alterações climáticas são o tema das reuniões de hoje.

VOLTAR