Nova taxa de gestão de resíduos: Lipor exige esclarecimentos sobre custos acrescidos ao setor

07.01.2021

Com o objetivo de exigir mais clareza ao Governo sobre o setor dos resíduos e os custos acrescidos que lhe estão a ser impostos em virtude dos aumentos de taxas decretadas desde o início de 2021, a LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto convocou uma conferência de imprensa, agendada para o dia 8 de janeiro, na sede da Área Metropolitana do Porto, onde estarão presentes os oito presidentes de Câmara dos municípios que integram a entidade (Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde).

 

Aires Pereira, presidente da entidade, estimou em seis milhões de euros, por ano, os custos acrescidos da LIPOR com a entrada em vigor das novas taxas sobre os resíduos, tendo afirmado ainda que estes podem "pôr em causa a sobrevivência do modelo de operação da empresa” e prometeu aprofundar o assunto, assim como o desagrado com as medidas do Governo.

VOLTAR