Orlando Borges: “A ERSAR limita-se a aplicar as normas sobre a fixação das tarifas”

09.02.2021

Numa altura em que o Ministério do Ambiente aprovou uma lei que muda radicalmente o poder da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), Orlando Borges, prestes a terminar o seu mandato como presidente da ERSAR, explica alguns desencontros e divergências entre o regulador e a EGF, entre outros assuntos.

 

Leia a entrevista completa na mais recente edição do jornal Água&Ambiente.

 

Assine aqui.

VOLTAR