Colunista convidada Mónica Rosa (Água): Os caminhos da água rumo à Economia Circular

19.12.2019

Vivemos hoje uma era de grandes transformações, em que todos somos chamados a pensar e agir de forma diferente, procurando um caminho que garanta o equilíbrio entre o crescimento económico, a proteção do meio ambiente e o respeito pelos direitos humanos.

 

Olhamos para estes desafios com responsabilidade e encaramos os mesmos como uma oportunidade de transformação. Sermos continuamente melhores no dia-a-dia das nossas profissões e sobretudo sermos melhores seres humanos, na relação com o outro e com a natureza que nos rodeia e da qual dependemos para viver.

 

É neste contexto que a água assume um papel crucial, não só no desenvolvimento económico e redução de desigualdades, como na garantia da continuidade da vida no planeta em que todos habitamos.

 

Por estarmos comprometidos com um futuro em que as novas gerações tenham acesso às mesmas ou melhores oportunidades e recursos, estamos a adotar novos conceitos de sustentabilidade, de circularidade, de reutilização, restauração e renovação, garantindo que estes fazem cada vez mais parte do vocabulário, do espírito e da atuação diária da EPAL.

 

A água é um bem natural que tem na circularidade um elemento básico e fundamental da sua existência. Recurso fundamental à vida na Terra, a água inspira-nos a procurar modelos circulares que garantam a manutenção e prosperidade dos ecossistemas de que fazemos parte e que tanto temos impactado de forma prejudicial ao longo do tempo.

 

A água é circular por natureza e é nestes modelos, criados muito antes da existência do Homem no Planeta, que nos inspiramos para promover uma vivência mais integrada e feliz entre o ser humano e a natureza.

 

Na EPAL, esta é a nossa inspiração. Uma empresa centenária comprometida com um futuro diferente, mais limpo, mais consciente da utilização dos seus recursos e com novas formas de olhar para o consumo.

 

A Água é um dos recursos naturais visados em Portugal pelo Plano de Ação para a Economia Circular, aprovado em consonância com as matrizes internacionalmente definidas no Acordo de Paris e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU – Organização das Nações Unidas.

 

Como tal, a busca pela melhoria da eficiência na sua utilização, materialização de externalidades e desperdícios, bem como a definição de estratégias e caminhos que levem a princípios de Economia Circular aplicados a uma gestão sustentável dos recursos hídricos, são fatores fundamentais para a manutenção de um bem natural essencial à vida: a Água.

 

A EPAL, enquanto entidade que tem este recurso no centro da sua atuação tem vindo a trabalhar na circularidade, bem como, na sustentabilidade e adaptabilidade às alterações climáticas, e a desenvolver uma consciência comum onde cabe à Água o papel principal no que diz respeito à otimização das múltiplas variantes da sua utilização, redução de consumos, perdas e aumento do seu aproveitamento e reaproveitamento.

 

Neste sentido, tem desenvolvido um conjunto de projetos de adaptação às alterações climáticas e de economia circular.

 

O Projeto Água Circular Por Natureza” é um deles. Um projeto de comunicação em que foram criados quatro eventos cujo objetivo foi unir o conceito de economia circular à água, de uma forma inovadora, impactante, que contribua para a mudança de atitudes e gere conhecimento.

 

São eles, Chefes Circulares; Design Circular Por Natureza; Movimento Circular Por Natureza e Site Água Circular Por Natureza.

 

O evento Chefes Circulares Por Natureza foi a primeira ação no âmbito deste projeto Um Show Cooking, em parceria com a Zomato, realizado pelo Chef Chakall, onde a água da torneira foi uma das estrelas da mesa.

A Água, tal como este projeto, é Circular por Natureza e cabe a cada um de nós ser parte ativa de um modelo circular que protege este recurso natural essencial à vida. Se refletirmos sobre o uso que damos à água, verificamos que grande parte do seu consumo é feito em ambiente doméstico.

 

Assim, convidámos o conceituado e inspirador Chef Chakall para nos dar algumas ideias sobre como podemos poupar e reutilizar água na cozinha, quais são as vantagens de o fazer e como aproveitar os alimentos na sua totalidade, eliminando assim o desperdício de recursos.

 

O verdadeiro desafio deste Show Cooking foi interligar as receitas entre si, promovendo a utilização da água e a utilização de diversos ingredientes, ou parte delas, de formas distintas do princípio ao fim da execução de uma refeição, inspirando-nos a adotar atitudes e práticas que unam a água à economia circular e nos ajudem a ser mais sustentáveis na cozinha.

 

O evento Design Circular Por Natureza teve como objetivo lançar um desfaio às escolas técnicas de design, com o propósito de criação de peças feitas a partir da lógica de economia circular.

 

Em paralelo, encontra-se em curso uma parceria com instituições de solidariedade social que desenvolvem produtos de eco-design. Com esta parceria prevê-se a entrega dos nossos materiais excedentes ou sem validade, por exemplo, papéis, cartões, estacionário, folhetos, lonas de outdoors, garrafas Fill Forever com defeito, entre outros, para que sejam transformados em objetos que passarão a ser o nosso merchandising eco-friendly. Para além de um importante passo rumo à sustentabilidade ambiental, a EPAL, com este evento, associa-se a um projeto de integração social.

 

Foi este o momento encontrado para que a EPAL mudasse o paradigma no que diz respeito à forma de adquirir e gerir o seu merchandising.

 

Uma das formas de mudar esse paradigma passou, exatamente, por criar a sua própria linha de produtos, feitos a partir dos seus próprios excedentes.

 

Para que tal acontecesse, firmou-se uma parceria com a ETIC – School of Innovation and Creation Technologies. A ideia é que os alunos apresentem uma linha de produtos feita a partir dos nossos excedentes, sendo que o vencedor verá a sua criação ser produzida, passando a fazer parte integrante do merchandising da EPAL.

 

O Movimento Circular Por Natureza é o terceiro evento do Projeto e pretende impulsionar o setor da restauração para a sensibilização ambiental e contribuir para a promoção da sustentabilidade através da partilha de boas práticas junto dos seus clientes.

 

Já é por todos amplamente conhecido o impacto negativo que a utilização de plástico de uso único provoca na Natureza. A promoção do consumo da água da torneira nos restaurantes é um contributo significativo deste setor para a defesa do ambiente.

 

O Movimento Circular por Natureza é uma iniciativa da EPAL em parceria com a Zomato, que visa disponibilizar água da torneira aos seus clientes em todos os estabelecimentos que se juntem a nós. Esta iniciativa tem o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, Lisboa E-Nova, Turismo de Portugal e da Associação ZERO.

 

A EPAL disponibiliza ao estabelecimento convidado jarros e garrafas de vidro, e este compromete-se a disponibilizar água da torneira aos seus clientes.

 

Os estabelecimentos aderentes vão constar, de forma gratuita, na App Zomato, integrando a coleção “Aqui bebo água da torneira”, associando a sua marca a um projeto sustentável. Os clientes que têm como fator de escolha e de diferenciação as boas práticas ambientais vão encontrar nesta coleção, os nomes, moradas e outras informações sobre os restaurantes.

 

Até ao momento, a EPAL já tem na coleção perto de 30 restaurantes que, imediatamente, se mostraram interessados e juntar-se ao Movimento.

 

O Site Água Circular Por Natureza funciona como o elemento aglutinador de toda a informação sobre Economia Circular, boas práticas e, naturalmente, uma importante ferramenta onde podem ser consultados os muitos projetos da EPAL que se inserem nesta matéria, nomeadamente, o projeto 0% energia na Estação de Tratamento de Água da Asseiceira, o aproveitamento de lamas para a criação de novos produtos, entre outros.

 

Há um espaço dedicado aos mais novos que pretende explicar estes conceitos de uma forma simples, percetível, mas incisiva, já que são eles as principais personagens e mensageiros de boas práticas e atitudes decisivas para a mudança na forma de estar, tratar e olhar o Planeta.

 

O novo site da EPAL, para além de tirar qualquer dúvida sobre um conceito que está ainda longe de ser devidamente entendido, conta com um glossário especialmente dedicado a jornalistas, que explica a Economia Circular de A a Z.

 

Acompanhe tudo em https://www.epalcircularpornatureza.pt/pt/

 

A EPAL tem feito um caminho notável ao levar a água rumo à Economia Circular e a um Planeta mais sustentável e é absolutamente certo que esse caminho se desdobrará em diversas vias que contribuirão de forma significativa para um futuro promissor.

 

Mónica Rosa é licenciada em Comunicação Social e Cultural pela Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa. É Supervisora de Comunicação Institucional da EPAL e, desde 2005, diretora do Jornal “Águas Livres”.

VOLTAR