Projeto Smart4RES irá criar novas tecnologias para maior integração de fontes de energia renovável

04.12.2019

O projeto Smart4RES, com a participação de 12 instituições europeias, pretende desenvolver tecnologias que permitam melhorar em, pelo menos, 15 por cento, o desempenho dos sistemas de previsão da produção de energia renovável, contribuindo para um aumento da integração da produção destas fontes de energia. 

 

O Smart4RES tem como objetivo “o desenvolvimento de novos algoritmos e modelos de negócios para previsão da produção de base renovável e integração em vários processos de ajuda à decisão, nomeadamente no que diz respeito à gestão da rede elétrica, participação no mercado de eletricidade ou otimização de sistemas de armazenamento. Enquanto instituição de I&D vamos, sobretudo, contribuir para o desenvolvimento das tecnologias de previsão de potência e apoio à decisão”, explica Ricardo Bessa, coordenador adjunto do Centro de Sistemas de Energia do INESC TEC, em comunicado.  

 

Este projeto, financiado pelo programa de investigação e inovação Horizonte 2020 da União Europeia, conta com a participação de duas instituições portuguesas, o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e a EDP CNET (Centre for New Energy Technologies). Além de Portugal, as tecnologias desenvolvidas serão testadas em seis países europeus, Grécia, Roménia, França, Alemanha e Holanda, sendo depois exploradas comercialmente pelos parceiros industriais do projeto.

VOLTAR