Renováveis garantiram 43 por cento do consumo de eletricidade

03.10.2019

A produção renovável garantiu 43 por cento da energia elétrica consumida em setembro em Portugal. A produção não renovável teve que assegurar uma fatia de 42 por cento e 15 por cento da eletricidade foi importada, segundo dados da REN.   

 

No acumulado do ano a produção renovável garantiu 45 por cento do consumo, as não renováveis tiveram um peso de 44 por cento e a importação representou 11 por cento.

 

Nas renováveis, a energia eólica dominou, ao assegurar 24 por cento da eletricidade consumida, seguida da produção hidroeléctrica com 14 por cento, da biomassa com cinco por cento e do solar fotovoltaico com 2,3 por cento.

 

Na componente não renovável, o gás natural abasteceu 32 por cento do consumo e o carvão 12 por cento. Este ano, a produção a carvão tem estado em queda, particularmente em agosto, altura em que as centrais a carvão tiveram a utilização mais baixa de sempre no sistema nacional.

VOLTAR