Semana comentada: Ricardo Prata, consultor EDP Distribuição (COM VÍDEO)

Os desafios que as energias renováveis colocam à rede de distribuição

28.01.2016

A disseminação das tecnologias renováveis, que permite caminhar para uma economia de baixo carbono, coloca no entanto alguns desafios à rede de distribuição de electricidade. "São desafios que se prendem com a presença cada vez maior de fontes de produção de energia perto dos locais de consumo e de fontes de produção que não são controláveis directamente, ou seja, energia eólica ou solar, que existe apenas quando existe o recurso vento ou sol", explica Ricardo Prata, consultor da Direcção de Planeamento de Rede da EDP Distribuição.

 

Esses desafios levam a que se aposte em projectos de redes inteligentes que permitam monitorizar de forma permanente e com ainda mais rigor a rede de distribuição, antecipar comportamentos e gerar sistemas para fazer uma gestão integrada da produção e do consumo. 

 

A EDP Distribuição está a responder a esses desafios através do projecto InovGrid que começou em Évora e que irá alargar-se a outros locais, como é o caso da Marinha Grande e ilhas de Faro, revela Ricardo Prata.

 

O InovGrid é um projecto inovador que visa dotar a rede eléctrica de informação e de equipamentos capazes de automatizar a gestão das redes, melhorar a qualidade de serviço, diminuir os custos de operação, promover a eficiência energética e a sustentabilidade ambiental, potenciar a penetração das energias renováveis e do veículo eléctrico.

 

O especialista participou ontem, quarta-feira, nas jornadas "Desafios para uma Economia de Baixo Carbono", evento que se realizou no Salão Nobre da Universidade Lusófona do Porto (ULP), uma organização da pela ULP e GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente.

 

Ana Santiago 

TAGS: Semana Comentada , Ricardo Prata , EDP Distribuição , redes , desafios , renováveis
Vai gostar de ver
VOLTAR