Técnicos de 11 países em Portugal para aprender sobre regulação

06.06.2019

Cerca de duas dezenas de técnicos de 11 países, desde Angola a Moçambique, passando pelo Peru e Brasil, estão em Portugal para aprender sobre regulação. As Jornadas Técnicas de Capacitação e Formação em Regulação - Abastecimento de Água, Saneamento de Águas Residuais e Resíduos Urbanos, arrancaram esta quarta-feira na Academia EPAL, em Lisboa, e prolongam-se até 7 de junho.

 

A vogal do Conselho de Administração da ERSAR, Ana Albuquerque, explica que o objetivo é dar a conhecer a evolução que o país registou nas últimas décadas. Os países que participam na iniciativa estão em vários estádios. Se o Brasil já conta com muitos reguladores, há países que ainda estão a dar os primeiros passos em termos de regulação. “Esses países reconhecem que houve um percurso que Portugal teve que não é comum encontrar mesmo em países europeus que também receberam fundos comunitários e não conseguiram atingir os mesmos níveis de sucesso. Reconhecem ainda que há capacidades aqui que lhes podem ser passadas por ligações linguísticas e históricas, que tornam mais fácil essa transmissão de conhecimento”, sublinha Ana Albuquerque.

 

A ERSAR tem protocolos de colaboração com diversas entidades e frequentemente é requisitada para apresentações. Ana Albuquerque vê por isso também nesta iniciativa "uma forma de concentrar a partilha de conhecimento”.

 

As jornadas, que têm o português como língua oficial, destinam-se não só a todas as entidades reguladoras dos países Ibero-Americanos e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), como também às entidades reguladas e outros operadores do setor desses países.

 

Ao longo destes dias está prevista a discussão de temas como políticas públicas nos setores das águas e resíduos urbanos, a importância da informação para as atividades de regulação, modelos de gestão, tarifas, os desafios da escassez e perdas de água, eficiências energética e hídrica. A iniciativa conta com o Alto Patrocínio do Ministério do Ambiente e Transição Energética de Portugal.

 

Leia outras notícias e opinião no Ambiente Online.

VOLTAR