Tutela quer solução que integre novas frações de resíduos a recolher seletivamente

10.01.2020

A tutela quer uma solução para a recolha seletiva que tenha em conta as novas frações de resíduos que terão que ser recolhidas separadamente, nomeadamente a dos biorresíduos, que tem que avançar obrigatoriamente até 2023.

 

Leia a notícia completa no Água&Ambiente na Hora (Nº 468 - 10.01.2020)


VOLTAR