Informação da Entidade
Nome da entidade: Advanced Cyclone Systems, S.A.
Tipo de entidade: Empresa
Setores: Ar
Produtos e Serviços
Descrição de produtos e serviços: PROBLEMA: A eficiência na captura de partículas finas obrigam a instalação de equipamentos para a remoção de partículas que satisfaçam os critérios definidos. Estes equipamentos são baseados numa de três tecnologias: 1-Ciclones: menor custo de investimento e operação, mas com níveis de eficiência inadequados;2-Filtros de mangas: níveis de eficiência altos e um custo de investimento razoável, mas com elevados custos de operação e limitações a altas temperaturas;3-Precipitadores eletrostáticos: muito eficiente, mas com custos de investimento muito elevados e aplicação limitada; SOLUÇÃO: Os sistemas Hurricane e ReCyclone® baseiam-se no princípio tecnológico dos ciclones, distinguindo-se por um conjunto de geometrias único e por um sistema de recirculação inovador. Estes podem ser utilizados noutras aplicações que envolvam a remoção/separação de partículas finas de emissões gasosas, sendo relevante em indústrias que processam produtos de elevado valor económico sob a forma de pós finos.
Patentes registadas: ReCyclone
Representações e marcas: Hurricane; Recyclone
Informação Financeira
Capital social: 83334
Nº de colaboradores: 18
Classificação por dimensão: 2
Historial
Início de atividade: 2008
Contactos
Telefone: 226 003 268
Morada: Rua de Vilar Nº 235 3ºEsq Edifício Scala
4050-626 Porto
Redes sociais: https://www.facebook.com/AdvancedCycloneSystems https://twitter.com/ACycloneSystems http://www.linkedin.com/company/advancedcyclonesystems https://www.youtube.com/channel/UC4e6MKRiaG47SfHGjtUejyQ
Coordenadas: 41.152036, -8.628967
Apresentação
A Advanced Cyclone Systems (ACS) foi formada em Maio de 2008 no âmbito do programa CoHitec da Cotec. A ACS está especializada no desenvolvimento, comercialização e instalação de sistemas próprios de filtragem de partículas baseados em ciclones. Estes sistemas estão patenteados internacionalmente e foram desenvolvidos por um dos sócios fundadores da ACS – Romualdo Salcedo, Professor na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. As tecnologias principais comercializadas são sistemas de ciclones de alta eficiência numericamente optimizados (Hurricane) e sistemas de ciclones com recirculação mecânica ou electrostática (ReCyclone®). Esta última tecnologia obteve o 1.º prémio nacional de inovação ambiental em 2008 e obteve uma menção honrosa no âmbito do prémio de inovação Cotec Unicer em 2009. Os primeiros equipamentos comercializados pelo inventor através de uma empresa de engenharia parceira foram predominantemente para controlo de emissão de partículas em caldeiras de biomassa na indústria da cortiça e da madeira, em Portugal e no estrangeiro. Estes bons resultados no passado levaram os fundadores a desafiarem–se mutuamente para a criação da ACS. Com um enfoque internacional e âmbito de aplicação muito vasto, a ACS é a única empresa mundial exclusivamente dedicada a sistemas de ciclones, usando esta plataforma tecnológica para solucionar problemas de separação de partículas em diversas indústrias.
Atividade
Certificações: Iso 9001 ( Qualidade )
Principais obras e projetos: Nos pontos mais remotos do Globo para aplicações tão diversas como recuperação de nanopartículas ou ingredientes alimentares. O objectivo da ACS é atingir o estatuto de empresa líder mundial no projecto de sistemas de ciclones com a missão de chegar à captura total de partículas em cada aplicação, evitando os custos e inconvenientes das tecnologias alternativas. A ACS é muito focada em termos de tecnologia, apresentando uma linha de produtos reduzida, mas muito dispersa no que toca à geografia e âmbito de aplicação.
Principais clientes: Grupo Amorim, Corrugados Getafe, CSC Portuguesa, CVR (Centro de Valorização de Resíduos), Fermel, Efacec, Granorte, HC Energía, Hovione, Innovnano, ITC, Laminar, Microlime, Moengo Minerals, Nestlé, Pierre Fabre, Plateau, Pulmatrix, Quimigal (CUF), Grupo RAR, Sonae Indústria.
Operações internacionais: 95% da facturação em exportações.