Iberdrola e BP chegam a acordo para acelerar produção de hidrogénio verde e implementação de infraestruturas de carregamento elétrico

29.07.2022

A Iberdrola e a BP acabam de anunciar o seu plano para estabelecer uma aliança estratégica para acelerar a transição energética, que prevê a expansão significativa das infraestruturas de carregamento público rápido de veículos elétricos, de forma a aumentar a penetração da mobilidade elétrica, e o desenvolvimento de centros de produção de hidrogénio verde em larga escala em Portugal, Espanha e Reino Unido.

 

No campo do hidrogénio verde, as empresas planeiam constituir uma joint venture para a produção integrada em grande escala em Portugal, Espanha e Reino Unido, bem como a produção dos seus derivados, como o amoníaco verde e metanol, com potencial de exportação para o noroeste da Europa.

 

O objetivo das empresas é desenvolver em conjunto centros de produção de hidrogénio em Portugal, Espanha e Reino Unido, com capacidade até 600 mil toneladas por ano, integrando uma nova capacidade em energias renováveis.

 

O projeto verde de hidrogénio da refinaria de Castellón da BP fará parte do acordo.

 

As duas empresas, juntamente com o Instituto Tecnológico de Energia, apresentaram o projeto Castellón à convocatória do PERTE da Cadeia de Valor do Hidrogénio do governo espanhol. Do mesmo modo, os projetos industriais da Iberdrola em desenvolvimento, bem como novos projetos, farão parte do acordo.

 

A produção de hidrogénio verde apoiará a descarbonização da indústria e dos sectores de difícil descarbonização, com o potencial de exportar este hidrogénio para o noroeste da Europa.

 

Com base nesta colaboração em Portugal, Espanha e Reino Unido, a Iberdrola e a BP pretendem ainda explorar potenciais oportunidades futuras de produção de hidrogénio verde noutras geografias.

 

O objetivo é concluir a constituição de ambas as joint ventures até ao final de 2022, sob reserva das necessárias autorizações regulamentares.

 

No que concerne ao carregamento elétrico, a Iberdrola e a BP pretendem criar uma joint venture com um plano de investimento até mil milhões de euros para implantar uma rede de 11 mil pontos de carregamento público rápidos e ultrarrápidos em locais de grande procura em Portugal e Espanha, expandindo significativamente o acesso à recarga tanto para veículos ligeiros de passageiros como para frotas de veículos pesados e carrinhas, acelerando assim a mobilidade elétrica.

 

O plano prevê a instalação e operação de 5 mil pontos de carregamento rápido até 2025 e atingir a meta de 11 mil até 2030. Para isso, a BP e a Iberdrola propõem incluir nesta joint venture os seus atuais e futuros centros de carregamento rápido.

TAGS: BP , Iberdrola , hidrogénio verde , carregamento elétrico
Vai gostar de ver
VOLTAR