INDAQUA duplica painéis fotovoltaicos instalados em infraestruturas de água e saneamento

22.06.2022

A INDAQUA instalou em Matosinhos, Santa Maria da Feira e Oliveira de Azeméis 828 painéis fotovoltaicos – quase tantos como os 874 que, desde 2021, já garantiam parte da energia necessária ao funcionamento de equipamentos essenciais à gestão de água e saneamento. 

 

Estes novos painéis ocupam uma área superior a 2.600 m2 – o que totaliza 5.510 m2 com os painéis anteriores – e garantem 18% da energia necessária ao funcionamento destas ETAR. Matosinhos foi o município onde se efetuou uma maior expansão, com 540 novas instalações.

 

Segundo a INDAQUA, os painéis solares têm potência superior a 400 quilowatts (kW) e estima-se que produzam anualmente 654.358 kWh, o equivalente ao consumo energético de 155 famílias. O impacto ambiental positivo destes equipamentos irá traduzir-se na redução da emissão de 184 toneladas de CO2 por ano, calculando-se que seriam necessárias 26.716 árvores para absorver igual volume de dióxido de carbono.

 

Com um investimento superior a 765 mil euros, realizado em 2021 e 2022, a INDAQUA contabiliza 1.702 painéis solares em 13 instalações, como ETAR, Estações Elevatórias de Águas Residuais e Reservatórios de água. Estas infraestruturas distribuem-se pelos concelhos de Matosinhos, Oliveira de Azeméis e Santa Maria da Feira e o funcionamento de algumas delas já é assegurado por energias renováveis em cerca de 50%. No total, estes painéis têm uma capacidade instalada de 911 kW, podendo produzir mais de 1,3 milhões de kWh ao ano – o equivalente ao consumo de 310 famílias. 

 

“Pelo segundo ano consecutivo realizámos um investimento significativo na produção de energia solar, praticamente duplicando o número de painéis instalados, a área onde estão inseridos e também os benefícios que trazem à nossa operação. Nomeadamente, o desempenho mais sustentável das instalações e o contributo para a redução de CO2 emitido anualmente”, garante Pedro Perdigão, CEO do Grupo INDAQUA. “Acreditamos que as energias de origem renovável são uma aposta em prol do nosso futuro e, por isso, a INDAQUA prevê continuar a investir fontes de energia renováveis”, reforça.

TAGS: Indaqua , painéis solares , energia solar , ETAR
Vai gostar de ver
VOLTAR