Industriais preocupados com aumento do preço da eletricidade

13.09.2021

O aumento do preço da eletricidade no mercado grossista na Península Ibérica, que tem vindo a bater sucessivos recordes, está a preocupar os industriais, avançou o Dinheiro Vivo, nomeadamente as áreas onde a fatura energética tem maior peso, como a indústria têxtil, metalomecânica ou cimenteiras.

 

Ao Dinheiro Vivo, Mário Jorge Machado, presidente da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), caracteriza esta como uma “situação muito preocupante”, já que se verificam aumentos na ordem dos 80% num ramo onde a fatura elétrica pode valer cerca de 20% dos custos de produção.

 

Segundo o presidente da ATP, este foi um tema abordado na última reunião da ATP e Anivec (Associação Nacional dos Industriais de Vestuário e Confeção) com o ministro da Economia: "O senhor ministro disse-nos que tem consciência do impacto negativo que esta situação tem sobre a indústria portuguesa e que o Governo está a estudar soluções e que espera, em breve, ter alguma proposta para apresentar".

 

Também Rafael Campos Pereira, vice-presidente da Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal (AIMMAP), afirmou à mesma publicação que “não só estamos confrontados com este aumento brutal dos preços, como somos o país da Europa com os preços mais altos nas tarifas de acesso. Julgo que é o momento de se pensar onde é possível cortar nas tarifas de acesso e nos custos administrativos para ajudar as empresas”.

TAGS: eletricidade , preço eletricidade , ATP , AIMMAP , Mibel , indústria
Vai gostar de ver
VOLTAR