Maior central fotovoltaica do país já foi inaugurada em Alcoutim

11.10.2021

A Central Fotovoltaica de Alcoutim, que ganha o nome de Central Fotovoltaica Riccardo Totta, numa homenagem ao pai do proprietário dos terrenos, foi inaugurada no passado sábado, dia 9 de outubro, numa cerimónia que contou com a presença do Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, o Secretário de Estado Adjunto e da Energia, João Galamba, o Vice-presidente da Câmara Municipal de Alcoutim, Paulo Paulino, assim como representantes das diferentes entidades envolvidas nas várias fases de desenvolvimento do projeto.

 

Localizada nas freguesias de Vaqueiros e Martim Longo, no concelho de Alcoutim, no nordeste algarvio, a Central Fotovoltaica Riccardo Totta, com uma potência de 219 Megawatts, é a maior, atualmente, a operar em Portugal e uma das maiores da Europa não subsidiada, promovida pela WElink Energy/Solara4 em parceria com a China Triumph International Engineering Company (CTIEC).

 

Inicia-se, agora, o processo de energização da Solara4, na sua total capacidade de 219 MW, “que deverá ficar concluído até ao final do mês”, adiantou Hugo Paz, diretor de projetos da WElink para a Península Ibérica.

 

Inicialmente previsto para 800 hectares no estudo de impacto ambiental, o parque solar ocupa apenas uma área descontínua de 320 hectares, mantendo grandes áreas livres e corredores verdes entre os 661.500 painéis instalados, que vão gerar 382 GWh de energia limpa e capacidade para abastecer 200 mil habitações.

 

A energia produzida pela central corresponde a uma redução de 326 mil toneladas de emissões de dióxido de carbono por ano.

 

“Este bem público de produzir eletricidade a partir de fontes renováveis e sem emissões é ainda mais atual face ao cenário de aquecimento do Planeta”, disse o ministro João Pedro Matos Fernandes. Alvo das atenções dos investidores estrangeiros, Portugal é um dos países “com as tarifas mais baixas do mundo” e perante a crise energética que se atravessa, “estamos mais bem preparados do que os outros”, referiu. “Acompanhamos com muita preocupação o aumento do preço do gás, que está ainda na origem de uma parcela com expressão na eletricidade que é produzida em Portugal e que acaba por contribuir para a fixação do preço da eletricidade. Mas sabemos bem como se combatem os preços altos: apoiando projetos como este.” E com a concretização da Central Fotovoltaica, hoje inaugurada, o governante sublinhou o “contributo essencial para assegurar que o país cumprirá os seus compromissos ambientais e que a eletricidade será mais barata.”

 

Com um investimento previsto de 200 milhões de euros, a obra acabou por custar 170 milhões de euros, tendo criado postos de trabalho (500, em picos, durante a construção; 15 a 20, durante a fase de operação).

TAGS: Alcoutim , central solar , energia fotovoltaica , Solara4 , inauguração
Vai gostar de ver
VOLTAR