Matos Fernandes destaca importância da remuneração de serviços de ecossistemas

24.11.2021

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática destacou a importância da remuneração dos serviços de ecossistemas no âmbito dos programas de reordenamento e gestão de paisagem, tendo realçado que no caso do Plano de Recuperação e Resiliência esta remuneração será de 100 euros por hectare por ano.

 

Matos Fernandes falava em Coimbra, depois da participação na abertura de uma conferência subordinada ao tema «Programas de reordenamento e gestão da paisagem – processos colaborativos para a valorização do território», onde sublinhou ainda o objetivo de ter os programas de reordenamento e gestão da paisagem concluídos e as áreas integradas de gestão da paisagem executadas nos próximos cinco anos.

 

Os territórios de baixa densidade demográfica, com maior valor ambiental e maior risco de incêndio têm de ter um valor acrescentado. “Não é a venda da madeira ou a exploração como pastoreio que muitas das vezes extrai valor suficiente para que as pessoas tenham o gosto e a vontade de ter esses espaços como seus”, acrescentou. O Estado, as autarquias e o setor privados devem ser capazes de «recuperar o mosaico» na paisagem rural portuguesa como quando havia atividade agropastoril em praticamente todo o País.

TAGS: ecossistemas , Matos Fernandes
Vai gostar de ver
VOLTAR