Uma injustiça sem resposta

19.07.2021

Paulo Praça lamenta que não tenha sido concedido – nem dada resposta – o pedido de prorrogação dos Sistemas de Gestão de Resíduos Urbanos – SGRU relativamente às metas preconizadas no PERSU 2020, que, pela primeira vez, lhes atribui pesadas penalizações pelo respetivo incumprimento, relembrando ainda que o mesmo não se verifica no caso dos restantes Estados-Membros, em que “a responsabilidade pelo cumprimento das metas é um desiderato exclusivamente nacional”.

 

Esta é uma “injustiça traduzida em milhões de euros a pagar pelos SGRU, pelos municípios e em última linha pelos cidadãos”, sublinha.

 

Leia o artigo de opinião completo aqui

TAGS: Paulo Praça , resíduos , PERSU , SGRU
Vai gostar de ver
VOLTAR