6,6 milhões de euros para apoiar investimentos de redução de perdas de água no Algarve

6,6 milhões de euros para apoiar investimentos de redução de perdas de água no Algarve

A AMAL - Comunidade Intermunicipal do Algarve acaba de lançar o 4º Aviso, no valor de 6,6 milhões de euros, para apoio a projetos que promovam a redução das perdas nos sistemas de distribuição de água na região. 

O Aviso dirige-se essencialmente às entidades gestoras das redes de abastecimento de água em baixa e as candidaturas podem ser apresentadas até dia 30 de setembro.

Segundo um comunicado da AMAL, são elegíveis as operações que visem a redução de perdas reais nos sistemas de distribuição de água em baixa do Algarve, "designadamente a reabilitação de infraestruturas degradadas ou inadequadas para uma boa gestão de perdas reais, a gestão de pressões e a deteção de fugas em componentes da infraestrutura mais problemáticos em perdas reais".

Este 4º Aviso surge no âmbito da “Medida SM1 – Reduzir Perdas de Água no Setor Urbano”, com financiamento de fundos do PRR - Plano de Recuperação e Resiliência, que é gerida pela AMAL

No âmbito desta medida, foram já aprovadas 53 candidaturas, à qual correspondem 42,10 milhões de euros e 157 empreitadas e aquisição de serviços, estando, na grande maioria dos casos, as obras a decorrer.

 "A Medida SM1 integra três vertentes: Requalificação das redes de abastecimento de água; Instalação de zonas de medição; Controlo e criação de zonas de pressão controlada. No final da sua execução, até março de 2026, prevê-se que estejam reabilitados 125 km de rede de abastecimento de água em baixa e que se contribua para uma redução de 2hm3 na procura de água nos sistemas naturais", informa a AMAL.

 

 

Topo
Este site utiliza cookies da Google para disponibilizar os respetivos serviços e para analisar o tráfego. O seu endereço IP e agente do utilizador são partilhados com a Google, bem como o desempenho e a métrica de segurança, para assegurar a qualidade do serviço, gerar as estatísticas de utilização e detetar e resolver abusos de endereço.