União Europeia reduziu em 2022 uso de produtos químicos que prejudicam camada de ozono

União Europeia reduziu em 2022 uso de produtos químicos que prejudicam camada de ozono

A União Europeia (UE) está no bom caminho para eliminar a utilização de produtos químicos que prejudicam a camada de ozono, indica um relatório publicado esta sexta-feira pela Agência Europeia do Ambiente.

De acordo com a informação disponibilizada pela agência, em 2022 a produção e utilização destes produtos químicos pelos 27 países da UE foi mais baixa do que as quantidades destruídas e exportadas.

Os estados-membros conseguiram um saldo negativo de -3,623 toneladas no consumo e produção de substancias que prejudicam o ozono, gás cuja concentração nas camadas superiores da atmosfera protege a Terra dos efeitos mais nocivos da radiação ultravioleta da luz solar.

Na véspera da comemoração do Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozono – decorrente da assinatura do Protocolo de Montreal, em 1987 -, a Agência Europeia do Ambiente considerou que a União Europeia tem de continuar esta trajetória “crucial para proteger a camada de ozono na atmosfera da Terra”.

Topo
Este site utiliza cookies da Google para disponibilizar os respetivos serviços e para analisar o tráfego. O seu endereço IP e agente do utilizador são partilhados com a Google, bem como o desempenho e a métrica de segurança, para assegurar a qualidade do serviço, gerar as estatísticas de utilização e detetar e resolver abusos de endereço.