Como tornar as entidades gestoras “mais espertas”?

18.05.2020

O colunista do Ambiente Online para a área da “Água-Tecnologia”, Pedro Perdigão, revela hoje, no seu artigo, algumas medidas a implementar para tornar as entidades gestoras “mais espertas”.

 

Segundo Pedro Perdigão é preciso, desde logo, apostar em sensores para recolher e digitalizar dados, assim como monitorizar variáveis chave.

 

A análise e correlação da informação e a decisão sobre as ações a tomar é fundamental. Ter recursos que permitam implementar, no tempo certo, ações certas para dar resposta às alterações necessárias revela-se igualmente crítico.

 

“É cada vez mais essencial agilizar as nossas entidades gestoras acelerando-as e tornando-as mais espertas. A digitalização já em curso no setor ficou mais urgente e a fazer ainda mais sentido”, sublinha.

 

Leia tudo em: SMART vs Intelligent

VOLTAR